A origem da Gastronomia Francesa

  • Postado por admin
  • >
  • em 18/out/2016

Da Cozinha à Revolução Francesa

Se o assunto é amor, cultura ou cozinha, é inexplicável como a bandeira francesa se hasteia em seu subconsciente.  E não é apenas pelo fato de tudo soar mais romântico, refinado e saboroso na língua francesa. O que dá a eles esta fama é a seriedade com que tratam estes temas.

Pode-se até dizer que a culinária francesa foi criada com a finalidade de ser uma arte memorável, tanto que, sem você saber, você já está habituado a inúmeras características dela, como as boas maneiras a mesa, por exemplo.

O início da gastronomia francesa

A gastronomia francesa começou a se destacar durante a Idade Média. Havia suntuosos banquetes para reis e nobres, mas estavam longe de serem majestosos e dignos. Os pratos, servidos de uma só vez, apenas visavam esbanjar fartura e não o requinte, o charme nem apresentação.

Foi ai que a cozinha francesa iniciou sua pequena revolução. Para agradar as frescuras dos reis franceses, era pedido aos chefes que apenas ingredientes frescos, no ápice do sabor original, fossem levados à mesa. Desta maneira, para mostrar a dedicação que os chefes colocavam em cada prato, foram implantados os primeiros passos da etiqueta: Divisão na apresentação da refeição (entrada, iguaria principal e sobremesa), uso de pratos individuais e foco no aspecto visual.

Etiqueta, refinamento e livros de receitas francesas

Tomando a etiqueta e a elegância como religião, os chefes franceses faziam de cada refeição um manjar magno, deixando os próprios reis cada vez mais exigentes. Forçados a atingir a perfeição, os chefes foram responsáveis por desenvolver diferentes cortes, combinações de sabores, aperfeiçoamento de molhos e modo de preparo. Nesse ponto, para organizar tanta informação, nasceram os primeiros livros de receitas.

Enquanto a realeza estava cercada de pratos magníficos, ingredientes sublimes e porcelanas requintadas, no resto da França, o povo passava fome. Assim, do mesmo jeito que o cliente de barriga vazia reclama do atendimento, a população reclamou de seus representantes, levando à grande e saborosa Revolução Francesa.

Mas, por que saborosa? Simples: porque graças a revolução, os grandes e treinados chefes de cozinha ficaram sem patrões. Sendo obrigados a procurarem por uma maneira de comprar sua própria comida, abriram os primeiros restaurantes gourmet da França. Os burgueses passaram a comer como os antigos reis e suas refeições ficaram famosas por toda a Europa, expandindo de região em região, e tendo hoje em dia, conquistado o mundo de barriga em barriga.

Fonte: Les 3 Brasseurs

deixe uma resposta

Shares